sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Rua da Saudade


“Rua da Saudade” é o nome do projecto e álbum de homenagem ao poeta José Carlos Ary dos Santos, falecido em 1984, e que reúne quatro importantes vozes femininas da música portuguesa: Mafalda Arnauth, Viviane, Susana Félix e Luanda Cozetti.
Autor de centenas de poemas, dos quais mais de seiscentos para canções, Ary dos Santos viu e ouviu as suas palavras serem cantadas por vários intérpretes, como Amália Rodrigues, Simone de Oliveira, José Afonso, Fernando Tordo, Paulo de Carvalho, Carlos do Carmo, entre outros.
Numa selecção de 11 temas do vasto legado de Ary do Santos, no ano em que se assinalam os 25 anos do seu desaparecimento, “Rua da Saudade” apresenta uma nova roupagem de canções singulares, como “Estrela da Tarde”, “Retalhos”, “Cavalo à Solta”, entre outras.
Um projecto que engloba interpretações que tocam as diferentes sonoridades do pop ao fado, passando pelo Jazz e pelos ritmos da bossa nova, cada um deles interpretados e com a marca de uma cada das vozes inconfundíveis de Mafalda Arnauth, Viviane, Susana Félix e Luanda Cozetti.




videoRefs.,B.,E.L.,Y.

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Corvos



Corvos são uma banda pouco comum no panorama da música portuguesa. É constituída por quatro elementos com formação musical clássica mas que tocam temas essencialmente de matriz rock. Trata-se de um quarteto de cordas, que alia o virtuosismo instrumental dos seus elementos e a excelência das composições,arranjos e interpretações intemporais, ao gosto musical ecléctico, passando pelas suas origens clássicas e continuando pelo rock, música popular contemporânea e variadíssimos outros estilos musicais.

O disco de estreia, "Corvos Visitam Xutos", foi editado em 1999 pela editora Nortesul. Nesse disco revisitaram o repertório do grupo Xutos e Pontapés.

O segundo registo fonográfico foi "Post Scriptum", de 2001, aparecem versões de clássicos de nomes como Kurt Weil, The Doors e Nirvana. O primeiro single foi "Futuro que era Brilhante".

Em "Corvos 3" aparecem os primeiros temas originais. O disco editado em 2003 incluía um cd-bónus, com alguns temas cantados.

Com a edição do seu quarto album, "The Jinx", os Corvos contaram com um baterista que faz parte integrante da banda.
Discografia:
videoRefs.:Y.,E.L.,B.M.

Alma Rasgada


Alma Rasgada trata-se de um projecto que conjuga música e poesia declamada em estilo “Spoken Word”.

Escritos de João Goulart, locutor da Antena-1/Açores declamados pelo próprio num diálogo que junta ainda três músicos nos concertos ao vivo.

Joe Alvernaz na guitarra a alma musical do projecto, Eddy Alvernaz na viola baixo e Pedro Correia na bateria.

Em fase de elaboração do CD, a banda actua ao vivo com uma base musical de improviso e interacção com a declamação. O disco está ser produzido em Lisboa por Joe Alvernaz, havendo já dois temas de demonstração do projecto a circular, “Inferno de Emoções” e “Acredita em ti”.

O disco terá participações de António Manuel Ribeiro dos “UHF”, Zeca Medeiros e Fernando Girão, três vozes incontornáveis da música e da palavra em português.

Alma Rasgada uma forma diferente de abordar a música e a palavra com sentido poético, fazendo chegar a poesia aos mais novos e o Rock aos menos novos abordando amor, desamor, morte, vida, desespero emocional, adição, esperança, sonhos perdidos, sonhos encontrados.

Joe Alvernaz, músico nascido nos Estados Unidos estudou guitarra no Hot Club de Portugal, sendo actualmente professor, executante, compositor e produtor.

Tem de momento alguns trabalhos entre mãos de onde se destaca o novo disco de Fernando Girão.

O concerto da Alma Rasgada inclui uma componente multimédia a cargo de Rui Branco, com imagens e efeitos especiais do próprio, havendo ainda a inclusão de bailarinos e convidados.


“Inverno de Emoções”


Neste Inverno de emoções

Há uma chuva

Que molha

os mais duros corações…


Habito uma ilha

De florestas e vulcões

Onde homens se transformam

Em violentos tubarões…

Refs:J.G. video